A história do meu anel de brilhante


De todas as pedras preciosas que existem, o diamante é a mais valorizada.  Ganhar um anel de diamante é uma sensação única, ainda mais quando ganhamos de uma pessoa tão próxima e querida como alguém da família. Já fazia algum tempo que minha avó comentava que iria me presentear com um anel de brilhante que meu avô deu a ela em seu aniversário no ano de 1967.  Eu mal esperava pelo dia em que ganharia este presente tão precioso.  Sabia que seria muito especial por ter feito parte da história da minha família.  Meu avô sempre foi um homem generoso e gostava de presentear e ajudar minha avó, filhos e netos.  Infelizmente ele faleceu em 2010 devido à problemas de saúde.  Ganhei o anel no dia 15 de Outubro de 2014, quando completei 25 anos.

Quando minha avó me entregou o anel, ela disse que achava melhor reformarmos a joia pois a armação era antiga, estava com um defeitinho e não valorizava tanto o Diamante. Após conversar com a talentosa designer de joias da Casa São Paulo, a Ana Paula Cruz, ela me enviou algumas propostas de como poderia ser esta joia.  Me apaixonei pelo Solitário Lola devido ao anel apresentar um jogo de 3 aros que seguravam o brilhante. Para mim, cada aro representaria uma pessoa especial que fez com que este anel chegasse a mim: meu avô, minha avó e minha mãe.  O brilhante continua representando o amor dos meus avós que ficará para sempre eternizado na joia.  Não tive dúvidas. Era aquele!

anel_solitário_antes_depois

“Quis presentear a minha neta com uma recordação da família e algo que tivesse valor sentimental para que ela sempre se lembre de mim e de seu avô. Um anel solitário é um presente eterno. Sei que está em boas mãos.” – Marilu (a avó)

Lolla - Anel Solitário Ouro Branco e Diamante de 0,45 quilates (1)

Este presente foi um dos mais especiais e inesquecíveis que me lembro ter recebido na vida. Sinto que estarei sempre próxima aos meus avós, pois basta apenas olhar para o brilho hipnotizante deste diamante para me lembrar do carinho e cuidado que eles sempre tiveram por mim e do amor que sinto por eles. Sinto que minha avó não deu apenas uma joia, mas que ela, meu avô e minha mãe me entregaram amor. Me sinto honrada e muito grata à minha avó por me escolher para carregar todos os dias o amor da família eternizado nesta bela joia.

Editora de conteúdo: Aline Trani

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s