A história da aliança de noivado


Até o Século XIII, não existia o hábito de usar aliança de noivado ou a aliança de compromisso. A aliança era usada apenas pelas pessoas casadas.
Em 1477, o Papa Inocente III, determinou que a aliança de noivado servisse para observar o período que iria do pedido de casamento até a data da realização da cerimônia.
A primeira noiva da história a usar uma aliança de brilhantes como sinal de amor e união duradoura foi Mary de Burgundy. A iniciativa de presenteá-la com um anel de diamantes foi de seu noivo, o Arquiduque Maximilan, da Áustria, em 1477.
Apesar disso, há historiadores que dizem que os judeus já usavam a aliança como forma de matrimônio muito antes dos cristãos começarem a usá-la.
A aliança, como já comentamos em um post anterior, simboliza o laço existente entre o casal.
Já o diamante, com a Idade Média, surgiu a tradição de usá-lo nos anéis de noivado como um símbolo da união abençoada. O diamante é o mineral mais duro e mais forte sobre a terra, com a capacidade de resistir ao fogo e aço. Assim, o diamante se tornou o material perfeito para simbolizar um vínculo indissolúvel entre um homem e uma mulher unidos pelo casamento.

1 aliançasEssas alianças são da Casa São Paulo Joias. Para encomendas, mandar e-mail para: casasaopaulojoias@gmail.com

Editora de conteúdo: Carla Cruz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s